segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

carta de Lélio Costa sobre os dois anos da morte de Neuton Miranda


Neuton Miranda: um revolucionário!

Hoje faz 02 anos do desaparecimento físico de um dos mais ilustres revolucionários da esquerda paraense, Neuton Miranda. Tive a honra de acompanhar seus últimos 04 anos de vida e ação.
Sua chegada à Superintendência do Patrimônio da União no Pará – SPU/PA foi marcada de expectativa e esperança, pois lidar com um órgão tão conservador e estruturalmente formatado que atendeu, por mais 150 anos, às elites que sempre dominaram os sistemas de consumo e produção do pais não era tarefa simples.
Teve a coragem e ousadia dos “grandes” em romper com a lógica perversa e arcaica, ao passo que se concentrou em colocar o dedo em feridas profundas da sociedade como dar garantia da segurança da posse às famílias que realmente necessitam, reconhecer o uso e ocupação das comunidades tradicionais extrativistas das florestas, propor outro formato para o uso e ocupação das orlas fluviais da Amazônia, assim,fazer cumprir a função social da propriedade pública.
O camarada inconformado com a situação das populações ribeirinhas nos colocou a pensar na implantação do Projeto Nossa Várzea – Cidadania e Sustentabilidade na Amazônia Brasileira, que nasceu de longo debate com as lideranças regionais. O Nossa Várzea já beneficiou/libertou mais de 33.000 famílias ocupantes das margens de nossos cursos d”águas. Ao longo de mais de 04 anos constatamos histórias dignas de filmes e documentários ao depararmos com famílias que viviam em situações análogas ao trabalho escravo, e a partir do NV foi quebrada os laços nocivos com algumas famílias “tradicionais” e hoje vivem livremente.
Lembro-me perfeitamente que foi no carnaval de 2009 que foi concebido o Projeto de Regularização Fundiária Urbana de Belém, a partir de conversas com o Neuton em sua casa em mosqueiro. Naquele dia nosso camarada tivera uma noite difícil vinha de uma crise alérgica e estava medicado.
O resultado desse projeto foi beneficiar mais de 12.000 famílias ocupantes das áreas urbanas da União em nossa capital, por meio das Concessões de Uso Especial para fins de Moradia – CUEM individual e coletiva, ação ainda em curso atualmente
Em breve, lançaremos o 6º Manual do Projeto Orla: Readequação metodológica para o uso e ocupação das orlas fluviais e estuarinas da Amazônia, que foi gestado por esse visionário. Esse projeto impactará a maioria dos municípios em nossa região.
Interessante registrar que mesmo em um corpo franzino, ao mesmo tempo postura delicada, e um olhar convicto deixava claro que era preciso aprofundar mais essa revolução silenciosa.
Para com o meio ambiente deixou sua marca, foi o braço direito para que a Regularização Fundiária das Unidades de Conservação, principalmente das Reservas Extrativistas Marinhas se tornasse realidade, e hoje estamos a consolidar essa política, assentados no georeferenciamento em base geodésica dos perímetros dessas UC’s que beneficiará mais de 30.000 famílias.
Nosso camarada abriu o caminho ao auxiliar na destinação de muitas áreas públicas para provisão habitacional de interesse social, dentro do programa Minha Casa, Minha Vida, em municípios como, Santarém, Marabá e Belém.
Nos últimos meses que antecederam sua morte, conversávamos muito sobre o problema das glebas patrimoniais urbanas dos municípios do Pará que estavam em áreas da União, como era o caso do Arquipélago do Marajó e Belterra/PA. Atualmente estamos em processo de demarcação, em base geodésica via o Programa Terra Legal, dos perímetros urbanos no Marajó.
E naquele dia 20.02.2010, Neuton estava em Belterra/PA para formalizar a entrega para a Prefeitura a légua patrimonial urbana, a cerimônia foi belíssima, Ele estava consciente do que fora fazer e estava muito feliz! Ouvi atentamente seus derradeiros conselhos e suas últimas palavras, vê-lo e senti-lo partir foi algo que ficará para sempre em nossa memória e militância.
Não tenho dúvidas que convivi com uma das pessoas mais generosas, meiga e gentil que conheci, me senti adotado, cercado por carinho paternal. Sinto-me privilegiado por ter viajado tantas vezes e ouvi-lo muito durante horas e que tem feito muita diferença. O seu legado é singular para todos nós!
Neuton Miranda viverá para sempre na história de marabá, Pará e do Brasil! Viva esse revolucionário que nunca morrerá em nossos corações!

Belém, 20 de fevereiro de 2012.

Lélio Costa da Silva

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

FIM DA PRIMEIRA BATALHA- Diário de um Concurseiro VI


desde a última publicação, me tomou bastante tempo para responder a pessoas bem intencionadas e a imbecis...enfim...sempre há os imbecis...quando mal intencionados e/ou invejosos dá mais trabalho ainda...
mas sempre vale a pena fazer o bem, mesmo contra o mau...então, seus malditos desgraçados, arrumem algo original pra fazer e não me aborreçam...
Enfim, sobre a prova...fui melhor que o esperado...na verdade faz tempo que não falo sobre isso pois, as constantes postagens, longe de ajudar, acabaram atrapalhando...
acertei 50 questões de um total de 60...entre os que conheço que fizeram a prova, até agora (cerca de  10 pessoas), a maioria acertou de 41 pra baixo...achei a prova relativamente simples, mas mal feita, tentando acertar o caboclo na pegadinha...esta é, na minha opinião, uma forma ultrapassada de testar o conhecimento...
mas acho que esta pontuação não será suficiente...e minha média em previdenciário foi baixa para o caso de muitos empates, que é exatamente o que acho que vai acontecer...enfim, de qualquer forma foi um bom começo, e, se ficar entre os 34 aprovados, será excelente....no caso de Tucuruí, existem vagas imediatas para os primeiros...
sempre coloquei a meta pessoal de acertar, pelo menos 45, visto que este foi meu primeiro concurso...não
posso negar que fiquei satisfeito com o resultado e animado para tentar outros...
já estou matriculado no concurso para a GUARDA MUNICIPAL DE BELÉM, que paga cerca de 3.500,00 por mês, em turnos de 12 por 36 horas...um excelente emprego para estudar para outros concursos...decidi que vou acabar o curso de Direito e fazer prova para Procurador ou Defensor...gostei desta história...
aos poucos que acompanharam essa série, obrigado...