quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

AULA DE PORTUGUÊS (Diário de um Concurseiro IV)

hoje tivemos aula de português, com o professor Arnaldo... A aula foi a que menos conteúdo regular apresentou, mas foi a primeira, pelo menos desde o dia 02 de janeiro (quando comecei esta maratona), que discute uma das questões mais importantes de uma prova, ou mesmo, de tudo na vida....a intenção de quem escreveu o texto (autor) e de quem o reescreveu para efeitos de prova. Aí está a chave primeira de qualquer questão.
É verdade que ao nos depararmos com um amontoado de palavras antecedidas por um título, em geral, temos, logo no início da leitura, algum nível de juízo sobre o tema...ao ler o conjunto, podemos interferir na ideia do autor, ao naturalizar as nossas como as corretas, e, mesmo que sejam, precisamos ser generosos com este e dar-lhe crédito, pelo menos até entendermos seu ponto de vista e acertarmos a maldita armadilha.
Nas últimas provas que fiz, já neste período de realização de exercícios, mais de 50% das perguntas que errei, foram por leitura mau feita: incompleta, pretensiosa, arrogante, tendenciosa...enfim...a minha ideia, o meu pensamento sobre o tema acabava por colidir com a necessidade de entendê-lo... a pressa em emitir meu juízo de valor cegava-me para apreender o sentido, ou sentidos, daquilo que o autor pretendia.
Enfim, isso serve pra boa parte da vida...a humildade é uma dádiva, e não faz mal a ninguém...
Esta foi uma excelente aula...

Nenhum comentário:

Postar um comentário